Cadastro Único 2020: Tudo sobre o CADÚNICO

Também conhecido como cadÚnico, o cadastro único 2020 pode ajudar a beneficiar diversas famílias carentes em todo Brasil.

Uma criação do governo federal, o Cadastro Único 2020, envolve um sistema de dados unificados e informatizados sobre as famílias pobres do país. Viabilizando e facilitando a entrada destes, em benefícios como Bolsa família.

É importante que os cidadãos encaixados nesta realidade compareçam a um posto de atendimento da sua cidade. Só assim, o governo poderá conhecer suas dificuldades.

O cadÚnico também garante, para os já cadastrados, que seus benefícios continuem sendo recebidos. Desde que mantidos de forma íntegra e em constante atualização.

O que é Cadastro Único

Cadastro único é um sistema de banco de dados mantido pelo governo federal sobre as famílias de baixa renda brasileiras. Este sistema também é utilizado por estados e municípios.

O principal objetivo desse cadastro é controlar os benefícios sociais existentes no país. Bem como, geração e implantação de políticas que se adequem melhor às necessidades dessas pessoas.

As informações contidas no cadastro único caracterizam o modo de vida e como essas famílias utilizam os serviços públicos. Por isso, o governo passa a entendê-las diminuindo a desigualdade social.

Quais os requisitos para se inscrever

Para inscrição no Cadastro único 2020 é necessário pertencer a uma família de baixa renda. Ou seja, a renda mensal total de toda família deve ser igual a três salários mínimos ou um salário mínimo e meio por indivíduo.

No ato do cadastro deve haver também um representante familiar que:

  • Seja mulher, de preferência
  • Tenha mais de 16 anos
  • Resida na mesma casa da família a ser cadastrada

Documentos necessários

Os principais documentos solicitados no Cadastro Único 2020 são:

  • Documento de Identidade (RG)
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF)
  • Certidão de nascimento
  • Certidão de casamento
  • Carteira de trabalho
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI), para representantes de famílias indígenas
  • Título de eleitor
  • Comprovante de residência, de preferência conta de energia.

Cadastramento de pessoas sem documento

O cadastro único acontece e se concretiza por meio de entrevista e de apresentação de documentos de identificação de todos os membros da família. Se por acaso nenhum deles possuir documentos não tem problema.

Contudo, o cadastro ficará incompleto. Então o entrevistador fornecerá orientação para o representante familiar adquirir a documentação necessária.

É importante ressaltar que apesar de não possuir documentos o Cadastro Único 2020 deverá ser iniciado com a entrevista. Pois, só assim, o governo ficará ciente de que precisará tomar medidas para registrar civilmente seus cidadãos.

Cadastro Único 2020

Quando fazer a atualização do Cadastro Único

A atualização do cadÚnico é essencial e importante para que o governo fique informado sobre as necessidades dos brasileiros. Dessa forma poderá encontrar soluções melhores para o desenvolvimento da população.

Então, se a família cadastrada sofrer alguma mudança deverá atualizar suas informações. Ou se não houver nenhuma alteração, o cadastro deverá ser atualizado a cada dois anos.

Dessa forma as famílias de baixa renda garantirão a continuidade de seus benefícios. Pois muitos deles dependem dessa atualização cadastral.

Onde posso fazer o Cadastro Único 2020

O Cadastro Único 2020 poderá ser realizado no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do município. Ou então, no posto de atendimento municipal (prefeitura).

Existem cidades em que o deslocamento até um posto é desnecessário. A própria prefeitura vai até a residência do morador efetuar a inscrição da família.

Posso fazer o cadastramento online?

O cadÚnico como mencionado anteriormente, é realizado através de entrevista e apresentação documental de toda a unidade familiar. Portanto, não pode ser realizado pela internet.

Além disso, é pelo fator presencial de um representante familiar que se garante a obtenção de informações verdadeiras e precisas para o banco de dados do cadÚnico.

Como emitir um comprovante de cadastramento?

Foi criado pelo governo federal o Consulta Cidadão. Uma plataforma que consulta, pela internet, informações das unidades familiares inscritas no cadÚnico.

É por meio do Consulta Cidadão que também podemos conseguir um comprovante de cadastramento no cadastro único. Para isso é necessário acessar a página https://aplicacoes.mds.gov.br/sagi/consulta_cidadao/.

Em seguida alguns dados são solicitados para preenchimento, como:

  • Nome completo
  • Data de nascimento
  • Nome da mãe
  • Estado e município onde reside

Por fim, ao clicar em emitir, o comprovante sai pronto para impressão, sem enfrentar filas ou esperas. Sendo esta a finalidade principal do Consulta Cidadão.

Vantagens de ter Cadastro Único

O cadastro único 2020 é a porta de entrada para os benefícios e programas sociais do governo federal. É por meio desse banco de dados que os governos conseguem selecionar famílias que realmente precisam de auxílio.

Dentre os benefícios e programas que utilizam o cadÚnico estão:

  • Bolsa família – Transferência de renda sob determinadas condições
  • Aposentadoria para pessoas de baixa renda – Atende aqueles não trabalham fora e são de baixa renda
  • Bolsa verde – Programa destinado para os que estão em extrema pobreza para motivar a proteção e preservação do meio ambiente
  • Carta social – Tarifa de um centavo na postagem de cartas
  • Carteira do idoso – Comprovação que garante desconto em passagens interestaduais para idosos
  • Isenção de taxa de inscrição em concursos públicos – Isenta pessoas com cadastro único das taxas de inscrição dos concursos
  • Passe livre para pessoas com deficiência – Garante a estas pessoas gratuidade em passagens interestaduais
  • Projovem adolescente – Iniciativa voltada para melhorar o convívio social e educativo do adolescente entre 15 e 17 anos
  • Programa Brasil Carinhoso – Transferência de recurso para proteger o desenvolvimento de crianças na educação infantil
  • Telefone popular – Garantia de acesso a uma linha de telefone fixo
  • Tarifa social de energia elétrica – Desconto na conta de energia elétrica para pessoas cadastradas no cadÚnico
  • Programa de cisternas – Iniciativa que promove o acesso à água e a produção de alimentos em ambiente rural
  • Programa de erradicação do trabalho infantil (PETI) – Visa acabar com o trabalho de crianças e adolescentes menores de 16 anos
  • Benefício de prestação continuada (BPC) – Beneficia pessoas com deficiência e acima de 65 anos de baixa renda

Podemos mencionar também que é pela existência do cadastro único que o governo consegue entender melhor sua população mais carente. Da mesma forma, estados e municípios.

Ambos podem, assim, perceber novas realidades e cenários para criação de programas sociais que melhor atendam às necessidades dos mais carentes. Alcançando, portanto, maiores perspectivas no desenvolvimento econômico e social do Brasil.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *