CadÚnico Cadastro: Como fazer, documentos

Você sabia que pode obter benefícios ofertados pelo governo através do Cadastro Único? Continue lendo este artigo para saber sobre essa ferramenta que está beneficiando muita gente. Saiba sobre Cadúnico cadastro.

CadÚnico o que é?

Criado em 2003, com o intuito de identificar, caracterizar e incluir as famílias que possuem baixa renda em programas federais, o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (cadastro único) é uma ferramenta indispensável para o controle de gestão do governo federal.

Essa ferramenta pode conter registros como: situação profissional, renda, escolaridade, identificação individual das pessoas e particularidades das residências.

Por meio dessa ferramenta, é possível que o governo tenha conhecimento da realidade socioeconômica da população com baixa renda e assim poder ofertar alguns benefícios como: programa minha casa minha vida, bolsa verde, bolsa família, tarifa social de energia elétrica etc.

Além desses benefícios, o cadastro único, pode ser utilizado como forma de ofertar benefícios concedidos pelos governos municipais e estaduais, facilitando assim que muitas famílias possam ter a oportunidade de fazer parte de algumas políticas públicas.

Vale lembrar que apenas se inscrever no cadastro único, não garante os benefícios de forma automática, as seleções ocorrem dentro dos critérios que são definidos não só, pela gestão especializada, com também, pela legislação pertinente.

A administração do cadastro único é de incumbência do governo federal, estadual, municipal e do Distrito Federal. O cadastro único tem seu regulamento por meio do Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007, dentre outras normas.

CadÚnico cadastro

Quais são os benefícios do CadÚnico?

O Cadastro Único, possui mais de 22 benefícios que são ofertados pelo governo federal, estados, municípios e Distrito Federal.

Estes benefícios são o reflexo do trabalho e do empenho que o governo tem oferecido e implementado durante os quase 20 anos da criação do cadastro único, o link a seguir é da página do cadastro único onde contém os programas e benefícios.

http://mds.gov.br/assuntos/cadastro-unico/o-que-e-e-para-que-serve/programas-e-beneficios

Qualquer pessoa pode fazer o CadÚnico cadastro?

O Cadastro único possui algumas regras em sua legislação para permitir que pessoas façam cadastro e tenha acesso aos benefícios ofertados. Para fazer o cadastro único é necessário fazer parte de família de baixa renda que ganhe até meio salário mínimo por membro da família ou que ganhe até três salários mínimos de renda ao todo.

CadÚnico cadastro, como fazer?

Para efetuar a inscrição, é necessário que alguém da família, seja responsável por informar ao entrevistador sobre as informações referente a todos os membros que compõe a família.

Essa pessoa, será chamada de a Responsável pela Unidade Familiar ou RF, para ser uma responsável familiar, essa pessoa deve ter no mínimo 16 anos e de preferência ser mulher.

O Responsável Familiar tem papel importante, pois além de comunicar as informações dos membros da família, ela também estará comprometida em atualizar o cadastro sempre que ocorrer alguma mudança em sua família.

O Responsável Familiar deve se dirigir ao setor responsável pelo bolsa família ou cadastro único, caso ele não saiba onde fica o local de cadastramento, ele deverá buscar informações no Centro de Referência de Assistência Social o Cras, mais próximo da sua residência e assim realizar o cadastramento.

CadÚnico documentos necessários

Para fazer o cadastro, o responsável familiar deve estar de posse de seu CPF ou de seu título de eleitor, esse requisito é obrigatório. Além disso, o responsável familiar, também deve estar com pelo menos um documento de identificação dos membros da família, que podem ser:

  • Certidão de casamento.
  • Certidão de nascimento.
  • CPF
  • RG
  • Carteira de trabalho.
  • Título de Eleitor.

É aconselhável também estar com um comprovante de residência e comprovante de matrícula, estes não são obrigatórios, porém poderão ajudar no momento de preenchimento do cadastro.

Existe uma exceção para cadastrar famílias indígenas e quilombolas, não é obrigatório o responsável familiar apresentar o CPF ou o título de eleitor, o responsável familiar também pode apresentar o RANI, Registro Administrativo de Nascimento Indígena, ou RG e carteira de trabalho.

Vale lembrar que feito o cadastramento, é de suma importância que o responsável familiar, mantenha sempre os dados atualizados, pois sempre que acontecer algo como nascimento de um filho, mudança de endereço, trabalho deverá ir até o CRAS e atualizar os dados.

Como achar o CRAS mais próximo de você para fazer o CadÚnico?

Uma das formas mais fáceis de encontrar o CRAS é procurando na internet de acordo com o seu bairro, você apenas precisa digitar o termo CRAS mais próximo, e a ferramenta de busca irá listar todos os locais que estão em sua cidade.

Atendimento online do CadÚnico cadastro

Você pode entrar em contato de forma online com o CadÚnico por meio do chat disponibilizado, basta preencher um formulário e esperar para ser atendido. O link para acesso ao chat segue abaixo:

http://mds.gov.br/ministerio-da-cidadania/ouvidoria-do-ministerio

Telefones

Deixaremos alguns telefones das principais capitais:

  • São Paulo, Brasília, Vitória e Salvador usam o telefone 156
  • Recife: 0800 281 0313
  • Belo Horizonte: 0800 285 5885
  • Fortaleza: 0800 285 0800
  • Manaus: 0800 280 8810

Aplicativo: você pode acessar o CadÚnico pelo aplicativo Meu CadÚnico, está disponível na Play store.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *